Hoje (18) as 20 horas será a apresentação do Mix dos Cabaret’s Brasil e Mundo, a entrada é gratuita, o Teatro Ruth Escobar está localizado à Rua dos Ingleses, 209 na Bela Vista.

A partir do conjunto de aulas teóricas e práticas acerca do teatro épico-dialético, tendo como matriz o pensamento do diretor e dramaturgo alemão Bertolt Brecht, os alunos do 3º semestre do Curso Técnico em Arte Dramática da Escola Nacional de Teatro apresentam arranjos cênicos nascidos neste periodo de estudos

Com a finalidade de aproximá-los das características do trabalho do ator épico foram apresentados conceitos como: gestus, distanciamento, e as consequentes “quebras épicas” com narrações, legendas e as canções (songs).
O teatro épico-dialético quer muito mais nos fazer pensar do que nos entreter, todavia quando nos entretemos estamos colocados no ponto de observação que faz refletir e pensar a condição humana.

Nos quadros-cenas a serem apresentados, as relações econômicas, sociais e políticas ficam expostas e são certamente discutidas propondo ao público situações cotidianas. A intenção é desvelar a realidade e nos fazer pensar alternativas para a sociedade que vivemos.

“Cabaret Brasil” e “Cabaret Mundo” são formados por pequenos quadros construídos a partir da visão múltipla e crítica de nossos alunos sobre o que os aflige e sensibiliza frente ao mundo em que vivem. As cenas são inusitadas e críticas, elaboradas com textos dos alunos, trechos das obras de Bertolt Brecht, poemas e canções que nos levam à tão necessária reflexão.

Para dar certa “unidade dramatúrgica” a estes trabalhos pensamos no “Cabaret”, cenário várias vezes utilizado por Brecht em suas peças, sobretudo como exemplo das relações de compra e venda que ali se estabelecem.

Também “Cabaret” pela forma de apresentação de variados quadros-cenas quando serão mostradas histórias pessoais que remetem a velha contradição: indivíduo X sociedade.

Nossos Cabarets resultam de forte sensibilidade artística e também política, de artistas que querem, e devem, se posicionar frente ao mundo que vivem.

O intento é incomodar

%d blogueiros gostam disto: